quarta-feira, Maio 18, 2011

Gadiva 2007 (Tinto)

Hoje entrei de férias...

Não é essa a principal razão pra voltar a escrever aqui! Qual é então? Não sei, mas não é certamente por falta de tempo que não aqui escrevo. Não me apeteceu entretanto, fartei-me, achei que era desnecessário! (e era, apenas morreu o Bin Laden e não fui eu que o matei, o país continua na merda... e o mundo está desejoso de abafar os periféricos)

Ora bem, tinha ali na garrafeira uma garrafa perdida do Gadiva 2007 do Douro, dos Lavradores.

Este é um vinho que não faz sentido ser bebido agora! Beba-se o 2009 que é o que o Pingo Doce vende! Para quê contrariar....?

E não é que o vinho:

Mostra uma cor violeta profunda, com boa concentração e com ligeiros tons avermelhados.
No nariz, violetas q.b., muita fruta farta, compotas e aquela sensação do aroma das amoras silvestres que quase transformam o tacto em aroma. Vegetal fresco a levantar o ego. Madeira nem vê-la, complexidade idem. Fruta, densidade mas curiosamente sem enjoar.

Na boca, entra dócil, suave, outra vez densa e nada complexa. A acidez está longe de ser fresca e arrepiante, mas ainda aguenta perfeitamente o vinho para se beber com prazer. Torna-se guloso, quase que nos chama para preparar o churrasco. Casou bem quando acompanhei um risotto de couve flor e amendoa, mas marchou na perfeição com um bife do pojadouro simplesmente grelhado com um pouco de flor de sal e alecrim. Para quem deu 2,49 há uns 2 anitos...

Nota 15
Preço 2,49 Euros


Comprem o 2009 e principalmente o branco 2010, convidem amigos e surpreendam, fica mais barato que cerveja!

1 comentário:

  1. Gostámos...e o remate final (mais barato que cerveja), para além de certeiro, teve muita graça!

    Esperamos que não pares com esta partilha!

    http://wineofus.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.