sexta-feira, janeiro 04, 2008

Aneto 2004

Depois da excelente impressão que causou o Aneto 2003, está agora em prova o 2004. É um vinho que tem tido boas pontuações em todos os locais, e contra a maré de muitos vinhos do Douro, mantém-se num preço muito acessível. Este deve ser, um dos melhores vinhos relação Qualidade-Preço do Douro, para uma pontuação normalmente acima dos 16,5 valores, ou seja, para um patamar de muito boa qualidade. Por norma encontra-se o vinho à venda abaixo dos 14 euros. Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinto Cão são as castas que fazem o lote que é estagiado durante 12 meses em carvalho francês, após fermentação em lagares de granito.

Denso e escuríssimo na cor, apenas mostra alguns laivos rubis no copo.
No nariz mostra um aroma austero, bastante vincado nas notas florais. Esteva, menta, violetas e uma mão cheia de fruto, framboesas e cerejas perfumam o nariz. Está com a barrica muito bem integrada, com uma tosta ligeira não se sobrepondo a toda uma frescura omnipresente. Elegante e com um toque de pedra mostram um aroma complexo, interessante e cheio de vigor.

Na boca, a densa cor e boa dose de fruta do nariz que fariam supor um vinho muito extraído, muito encorpado e violento é rapidamente desmentido por uma elegância fresca e fina. O vinho mostra-se muito requintado na boca, com muita precisão e profundidade. A acidez é alta e os taninos são finíssimos. Final bem longo, especiado, frutado e mineral. Muito, mas muito expressivo. Um vinho que reflecte um estilo educado e bem afinado, como quase todos os grandes Douro's. Belíssimo vinho a um excelente preço.

Nota 17,5
Produção 10.800 garrafas
Preço 13,5 euros


PS - Este enólogo, Francisco Montenegro merece destaque. Faz dois belos vinhos. Este aqui em prova e o Colheita Tardia, também já provado.

4 comentários:

  1. Nuno Barroca10:42 da manhã

    Adorei passar por este teu espaço e fiquei bastante contente por haver um espaço assim no mundo dos blogs. Sou também um "apaixonado" dos vinhos, não sendo um conhecedor nato. Vou voltar mais vezes sem dúvida, já agora ontem ao jantar bebi um vinho que me vai ficar na memória por muitos anos, Quinta do Sanguinhal 2000 de Óbidos. Produzido com Castelão Tinta Miúda e Carignan. Muito macio na boca e aromático, foram só feitas 31.000 unidades. Se poderes comprar é um optimo vinho. Um abraço e boas provas.

    ResponderEliminar
  2. Nuno,
    Obrigado pelas palavras.
    Em relação à quinta do Sanguinhal, já provei qualquer coisa nas feiras, mas nunca dei muita atenção. A ver se o encontro e faço uma prova mais atenta. Obrigado pela sugestão.

    Abraço,
    Paulo

    ResponderEliminar
  3. Meu caro,

    Gosto muito deste Aneto... Tem vindo a melhorar desde 2002. Este 2004 é, como dizes, um grande vinho a um grande preço. Quanto ao Colheita Tardia penso que ainda existe um caminho a percorrer.

    Um abraço e bom ano,

    Nuno

    ResponderEliminar
  4. Por vezes quando os holofotes não apontam neste ou naquele vinho, acabam por passar ao lado injustamente.

    Um bom Douro não tem de ser caro, um Muito Bom Douro não tem de ser excessivamente caro.

    Ainda bem que temos produtores sensatos e que apostam em preços cordatos para os seus vinhos, sempre aliados a uma qualidade muito acima da média.

    Abraço amigo e bom ano 2008

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.